Reflexões / Matutações

O “mistério” e a cultura tecnológica

24/01/2018

Matutava que hoje em dia, em nossa cultura tecnológica onde tudo é reduzido à medida do programável e do verificável parece que o “mistério” não tem mais lugar. Esta falta de espaço para o “mistério” gera a dificuldade de crer já que a fé é a resposta à interpelação que a Palavra de Deus encarnada faz a cada um de nós...

Num mundo relativista que possibilita uma religiosidade fundada em uma fé privada e anônima, torna-se imprescindível dar uma resposta pessoal, livre e responsável à pergunta que Deus dirige a cada homem. É preciso um esforço continuado de anunciar o “mistério” de Deus em Jesus Cristo...

Num mundo fechado e que confia somente nas “obras de suas mãos”, no progresso, na técnica, no pragmatismo diante da vida, o crente pode ser tentado a alienação ou omissão ou, ainda, a dar sua fé aos “ídolos de ocasião”, fabricados pela mídia e pela “cultura de consumo”. Nesta situação é necessário professar uma fé que coloque a serviço do homem o conhecimento e a inteligência e adira ao Deus que ama numa atitude de pobreza, que não se apoia em nenhuma segurança humana que fecha as portas à transcendência. A “anunciação do Verbo”, princípio e consumador da fé, é urgente...

Num mundo onde o racionalismo lança sombras e, aparentemente, encobre Deus do horizonte humano, o crente pode ter a impressão que aquilo, que até então era firme e seguro, está se desmoronando. É necessário professar a fé, não tanto num sistema de verdades e normas, mas, sobretudo como adesão a uma Pessoa, Jesus Cristo; é preciso se deixar levar por um novo sentido de vida que Deus oferece em sua Palavra para além da compreensão possível...

Num mundo onde se acumulam o pecado e a injustiça, a fé é um forte compromisso que põe em jogo a própria existência, num empenho de salvação de tudo aquilo que desfigure a imagem de Deus que é o homem...

Num mundo autossuficiente, o “mistério” é alcançado pela oração; o crente se deixa surpreender na oração...

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


Não entende porque é tentado? - 19/02/2018

Só um Deus pode nos salvar - 16/02/2018

Quaresma é tempo de... - 15/02/2018