Reflexões / Matutações

Um velho bloco de anotações...

31/07/2017

Algumas matutações que encontrei em um velho bloco de anotações...

 

  •        "Vós, porém, dentro de poucos dias sereis batizados com o Espírito Santo" - At 1,5. A promessa de Cristo aos seus Apóstolos no dia da Ascensão se realiza no dia de Pentecostes: "Todos ficaram cheios do Espírito Santo" - At 2,4. É esse o batismo da Igreja no Espírito. Como esteve presente em Jesus, o Espírito  estará sempre com seus discípulos - Jo 14,16. "O Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito" e "vos guiará em toda a verdade" - Jo 16,13.26.

 

  •        O Mistério da Páscoa é levado a seu cumprimento na vinda do Espírito Santo, "desde o nascimento da Igreja, é ele quem dá a todos os povos o conhecimento do verdadeiro Deus; e une, numa só fé, a diversidade das raças e línguas" - Missa do Espírito Santo.

 

  •        Pentecostes é um mistério permanente. Oramos ao Pai: "brilhe sobre nós o esplendor da Vossa claridade, e o fulgor da vossa luz confirme, com o dom do Espírito Santo, aqueles que renasceram pela vossa graça" - Missa da vigília; "o Espírito Santo nos faça compreender melhor o mistério deste sacrifício e nos manifeste toda a verdade"; que "cresçam em nós os dons do Espírito Santo". - Missa de Pentecostes.

 

  •        Pedimos incessantemente o Espírito Santo: "No meio dos problemas, das desilusões e das esperanças, das deserções e dos retornos desta nossa época, a Igreja continua fiel ao mistério do seu nascimento [...] A Igreja persevera na oração com Maria. Esta união da Igreja orante com a Mãe de Cristo faz parte do mistério da mesma Igreja, desde o início". – S. João Paulo II.

 

  •        O Espírito Santo age para animar, edificar, desenvolver a Igreja e guardá-la na unidade. Anima-a com a variedade de carismas e a cada um é dada uma manifestação particular do Espírito para a utilidade de todos: a linguagem da sabedoria, do conhecimento de Deus, a graça da fé, o dom de realizar curas, o poder dos milagres, o Dom da profecia, o discernimento... Todas essas coisas, porém, é o único e mesmo Espírito que as realiza, distribuindo-as a cada um segundo a sua vontade - 1Cor 12,7.

 

  •        "Para todos os tempos o Espírito Santo 'unifica a Igreja na comunhão e no ministério, dotando-a com vários dons hierárquicos e carismáticos', Vivifica as instituições eclesiásticas como se fosse sua alma. Inspira no coração dos fiéis o mesmo Espírito missionário, pelo qual era movido Cristo" – A.G. 4.

 

  •        Chamados a nos tornar o corpo de Cristo em virtude da mesma fé e por meio de um único Batismo, vivificados pelo pão da vida e pelo vinho do Reino eterno, sustentados em nossa oração pelos gemidos inefáveis do Espírito, somos convidados, a descobrir a presença e a ação daquele que é "admirável realizador da riqueza e da variedade dos carismas e artífice de unidade no amor, o Espírito que habita em vossos filhos adotivos e que, com sua presença inefável, preenche e guia toda a Igreja" - Missa da Unidade.

 

  •        "Será, por isso, importante redescobrir o Espírito como aquele que constrói o Reino de Deus no curso da história e prepara a sua plena manifestação em Jesus Cristo, animando os homens no mais íntimo deles mesmos e fazendo germinar dentro da existência humana os germens da salvação definitiva que acontecerá no fim dos tempos" - TMA 45.

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


Conversão - 15/12/2017

O conteúdo do Natal nos Padres da Igreja - 14/12/2017

Perdemos o senso do Natal! - 13/12/2017