Reflexões / Matutações

“Pode tudo, só não pode” Jesus Cristo e seu Evangelho

30/06/2017

Uns dois anos atrás, fui convidado para falar, em uma escola, por ocasião da “reunião de pais e mestres”. A direção, preocupada com o que eu iria dizer, foi logo avisando que “não era para falar nada de religião, fé, Evangelho”... Dizia: “como sabe ‘o estado é laico’ e aqui, na escola, não permitimos essas coisas. Temos que respeitar as consciências”... No dia combinado, fui e... preguei o Evangelho! Aquele bem conhecido da “casa construída na rocha” dizendo que, se vida não for edificada sobre a fé na Palavra de Deus, não terá sentido... Não preciso dizer que não fui mais convidado...

 Fiquei matutando... Gozado! Falar (ensinar) “ideologia de gênero” pode; marxismo cultural pode; ateísmo pode; contra a família pode; esoterismo pode...  “Pode tudo, só não pode” Jesus Cristo e seu Evangelho. E ainda observo, tristemente, que são poucas escolas que permitem a evangelização, independentemente da fé professada pela direção...

 Parece que há uma “conspiração”, e não é uma “fictícia teoria conspiratória”, para eliminar Deus do coração da humanidade. Tenho a impressão que há uma conjunção de interesses para desacreditar Jesus Cristo, seu Evangelho e sua Igreja. Forças poderosas aliadas às mídias na promoção de uma “cultura de morte” estão em atividade!

 Nossa atual situação, com respeito à pregação do Evangelho, é semelhante, e bastante semelhante, a situação dos apóstolos, intimidados e ameaçados pelo Sinédrio, após a cura e a pregação na Porta Formosa do Templo – Atos 4,21. Apenas postos em liberdade, Pedro e João “voltaram para junto dos irmãos e contaram tudo quanto os sumos sacerdotes e os anciãos haviam dito”- Atos 4,23 e que tinham ordenado “que, de modo algum, falassem ou ensinassem em nome de Jesus” – Atos 4,18. Que os apóstolos fizeram?

 “Ao ouvirem o relato, todos juntos elevaram a voz a Deus”! – Atos 4,24. Rezaram! Rezaram e pediram: “Agora, Senhor, olha as ameaças  que fazem e concede que teus servos anunciem corajosamente (parresia) tua palavra. Estende a mão para que se realizam curas, sinais e prodígios por meio do nome do teu santo servo Jesus”! – Atos 4,29.

 O lugar onde estavam tremeu! Veio de novo o Espírito Santo, como no dia de Pentecostes e de novo "ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus" – At 4,31. O Espírito Santo é dado para a Igreja proclamar com coragem e poder a Palavra.

 Uma vez que estamos numa situação semelhante àquela, unamo-nos em oração e peçamos como eles:

 Vem, Espírito Santo! Também hoje, "nesta cidade", o nosso mundo, os inimigos da fé estão reunidos, contra o Filho de Deus, Jesus!

Volte seu olhar para nós Senhor! Estende tua mão para que se realizem curas, milagres e prodígios em teu Nome!

Realiza hoje, Senhor, a tua promessa: "Recebei a força do Espírito Santo que descerá sobre vós e sereis minhas testemunhas".

Amém!

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


O essencial na vida cristã - 23/10/2017

A maturidade cristã - 20/10/2017

O farisaísmo é “um caminho segundo a carne” - 18/10/2017