Reflexões / Matutações

E eu? Conheço a Quem me conhece tão bem?

21/02/2017

Já não vos chamo servos, mas amigos – Jo 15,15. Passados quarenta e tantos anos, ainda sinto no meu coração estas palavras de Jesus ouvidas no Encontro de Juventude que fiz. Ele chama-me amigo. Acolhe-me no círculo daqueles que receberam a sua palavra no Cenáculo; no círculo daqueles que Ele conhece de um modo muito particular e que chegam assim a conhecê-Lo de modo particular. Ele entrega-Se a mim. “Já não sois servos, mas amigos”: trata-se de uma afirmação que gera uma grande alegria interior.

“Já não sois servos, mas amigos”: nesta frase está encerrado o programa inteiro duma vida. O que é verdadeiramente a amizade? Querer as mesmas coisas e não querer as mesmas coisas: diziam os antigos.

A amizade é uma comunhão do pensar e do querer. O Senhor não se cansa de nos dizer a mesma coisa: “Conheço os meus e os meus conhecem-Me” - Jo 10,14. O Pastor chama os seus pelo nome - Jo 10,3. Ele conhece-me por meu nome. Para Ele não sou um anônimo qualquer, na infinidade do universo. Conhece-me de modo muito pessoal.

Fico matutando... E eu? Conheço a Quem me conhece tão bem? A amizade que Ele me dedica, exige, de certa forma, que também eu procure conhece-Lo cada vez mais e melhor.

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


O essencial na vida cristã - 23/10/2017

A maturidade cristã - 20/10/2017

O farisaísmo é “um caminho segundo a carne” - 18/10/2017