Reflexões / Matutações

Agradecimentos

03/10/2016

Acordei com “ressaca política”. Apesar de breve, a campanha foi intensa, despertou velhas paixões e percebemos que ainda precisamos de educação política. Alguns eleitos são de duvidosa competência e ou de duvidosa moralidade... Enfim é o risco da democracia que precisamos correr se quisermos amadurecer como nação, como povo, como cristão.

Alguns resultados foram os esperados, outros uma surpresa, mas de qualquer forma acende-se a esperança que será melhor. E será se as promessas de campanha forem cumpridas, se o empenho prometido for efetivado, se a “preocupação com o povo e o bem comum” – usado como um bordão comum – for de fato a motivação.

Notei que a política, enquanto exercício do voto e apoio, não foi tão influenciada pelos valores da fé como deveria. Vimos tanto na campanha como na votação, muitos cristãos apoiando programas claramente contrários aos valores do Evangelho, não considerando a responsabilidade da fé na escolha de seus representantes. Ainda existe uma certa “dicotomia entre fé e vida”, como a Igreja alerta a muito tempo.

Olhando o quadro que se forma depois do pleito, percebemos que há uma passagem de ciclo. A crise econômica, social e moral, cobrou seu preço e a conta ficou alta para alguns. Por essa razão bons candidatos não foram escolhidos e outros como protesto contra o “que está aí”, foram eleitos. Sem contar esta injusta legislação eleitoral que considera a legenda e não o candidato, o tal quociente eleitoral. Um novo quadro se formou e existe uma expectativa de como será. Só a partir de janeiro começaremos a ter as respostas.

Em algumas Comunidades da Rede JAVÉ NISSI, surgiram candidatos, nem todos foram eleitos, mas nós não nos omitimos, demos nossa participação consciente. Estamos aprendendo a lição de participarmos efetivamente da vida pública, entendendo que o compromisso com a política não é incompatível com a fé. O aprendizado é demorado e exige perseverança.

Queria aproveitar este espaço para agradecer todos os “nossos” candidatos. Tenho consciência de que não somos um partido político, mas somos chamados a participar da política, como leitores – que todos nós somos – e como candidatos, alguns vocacionados e é a estes vocacionados que dirijo o agradecimento. Foram corajosos e não recuaram diante de tantas dificuldades, sobretudo neste momento confuso na vida política de nosso país. Não tiveram medo de serem avaliados pela opinião publica e nem receio de se apresentarem para assumirem responsabilidades em vista do bem comum. Vitoriosos ou não, todos são merecedores de nossa gratidão.

Continua a tarefa de formar a consciência cristã a respeito da política. Temos mais experiência, aprendemos com nossos acertos e erros, certamente na próxima eleição teremos mais candidatos e mais possibilidades de fazer o Evangelho chegar nos espaços de decisão.

Agradeço a Deus, pois não nos omitimos, como Comunidade. Oferecemos o nosso melhor, para fazer o melhor para o Povo de Deus.

Deus os abençoe!

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


Conversão - 15/12/2017

O conteúdo do Natal nos Padres da Igreja - 14/12/2017

Perdemos o senso do Natal! - 13/12/2017