Reflexões / Matutações

Um Amor Pessoal

27/09/2016

Estava sentado lá cruz, matutando... anotei as palavras que vinham ao meu coração...

 Deus criou o Homem, por amor, à sua imagem e semelhança. Chamando-o à existência por amor, chamou-o ao mesmo tempo ao amor. Deus é amor e vive em si mesmo um mistério de comunhão. Criando o Homem à sua imagem, Deus inscreve no coração do himem a capacidade e a responsabilidade do amor e da comunhão.

 Como todo aquele que ama, Deus quer o melhor para o Homem e, com sua onipotência, põe tudo em suas mãos. Deus ama a cada um pessoalmente, chama-o pelo nome à existência e quer levá-lo à plena realização de seu plano de amor, que consiste na felicidade do amado.

 "Não temas, porque te remi e te chamei pelo teu nome; tu és meu (...). Depois que tu te tornaste precioso e glorioso a meus olhos, eu te amei (...) Não temas porque eu estou contigo" - Is 43,1-5. "Eu te amei com amor eterno, por isso (...) te atrai a mim" - Jr 31,3.

 Tais palavras de ternura da parte de Deus penetram nosso coração e transformam nossa vida. Mesmo tendo pecado e abandonado Deus, Ele não nos abandona: "Porventura pode uma mulher esquecer-se de seu filho”... - Is 49,15.

 Seu amor pessoal é o Espírito Santo, vínculo de amor e de unidade da Trindade Santa. Este mesmo Espírito nos é dado, derramado com plenitude em nossos corações! O Amor de Deus em nós manifesta-se pela presença e pela ação do Espírito Santo em nós que cremos!

 Nada, nada, nada “será capaz de nos separar do amor de Deus, que está no Cristo Jesus, Nosso Senhor” – Rm 8,39

 Agradecido por tamanha consolação, ajoelhei-me nos pés da cruz e rezei...

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


O farisaísmo é “um caminho segundo a carne” - 18/10/2017

O fermento dos fariseus - 17/10/2017

Os tempos atuais não são fáceis.. - 16/10/2017