Reflexões / Matutações

A Missão

09/09/2016

A descristianização, cada dia mais ampla e mais profunda, da sociedade contemporânea revela a urgência da evangelização e ao mesmo tempo nos questiona a respeito de nosso compromisso batismal. Mais do que nunca, é hora de um cristianismo irradiante, apostólico, missionário. É hora de organizar todas as forças cristãs em vista de uma missão evangelizadora direta, abrangente, incisiva, generosa, audaz à altura das necessidades. Falamos de “parresia”, o anúncio corajoso da Palavra de Deus que é acompanhado pelo testemunho de uma vida dedicada e se preciso acompanhada do martírio. (Atos 2,29)

A Missão, na visão ampla da palavra, encerra um sentido especial: designa a ação orientada para aqueles que ainda não conhecem ou conhecem insuficientemente o Evangelho. A "Missão" significa "Envio". A vocação missionária, própria de todo cristão, possui algo da vocação de Abraão, a quem ordenou o Senhor “sair de sua terra e ir”. Temos de sair, nós também, temos de deixar o nosso conforto para irmos a essa humanidade que tem se tornado cada vez mais estranha a Deus e ao seu Cristo.

É preciso despertar uma consciência mais aguda do dever missionário, obrigatório para todos, e ainda, um dever comunitário. Somos chamados à missão de unir os homens a Deus e levar Deus aos homens. Esses são aspectos complementares, igualmente necessários. Uma atividade missionária que menosprezasse o lugar fundamental da vida interior (oração pessoal e comunitária) e da humildade básica (dependência total de Deus), seria destituída de sua força e fracassaria com certeza.

(pensando sobre a Missão)

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


O conteúdo do Natal nos Padres da Igreja - 14/12/2017

Perdemos o senso do Natal! - 13/12/2017

Dia de Nossa Senhora de Guadalupe - 12/12/2017