Reflexões / Matutações

Já não sou eu

05/07/2016

Todo coração humano foi marcado com certa semelhança com o Filho eterno e o pecado não tem poder para fazer desaparecer totalmente tal semelhança: fomos feitos à imagem da imagem de Deus. Então ao longo da vida abre-se a vida com Cristo até que cada cristão possa dizer "Não sou eu mais que vivo, é Cristo quem vive em mim". Um velho catequista dizia: "A vida cristã é simples, pois se trata de uma coisa só: quando chegarmos à porta do céu, é preciso que se pareça de tal forma com Jesus que o Pai nos confunda com Ele".

O Espírito age no sentido de uma configuração ao Cristo no seu duplo serviço: ao Pai e aos irmãos, por amor. A vida cristã não é um copiar mais ou menos exterior do Cristo, mas configuração do nosso coração ao seu Coração amoroso e apaixonado pelo Pai e pela submissão à Sua vontade. Cristo nos ensina que aquele que pretende amar o Pai sem amar os homens não passa de ummentiroso.

O cristão, no seguimento de Jesus, aceita que sua vida seja "consumida" pelo serviço quotidiano da justiça e da caridade, para a glória do Pai – Mt 5,16. (meditando Gálatas 2,20)

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


Conversão - 15/12/2017

O conteúdo do Natal nos Padres da Igreja - 14/12/2017

Perdemos o senso do Natal! - 13/12/2017