Reflexões / Matutações

Nascidos de Deus

01/07/2016

Os "nascidos de Deus" (1Jo 4,7) têm uma vida brotada do lado aberto do Senhor (Jo 19,34). Sempre existiu na Igreja o chamado a reproduzir a lei do “lado aberto”, do coração que se esvazia de si mesmo, da vida que se entrega, como condição pascal. Tomé cedendo a tentação do individualismo, separou-se da comunidade, o lugar onde se dá a experiência da fé. Ao por a mão no lado onde “saiu sangue e água” – batismo e eucaristia, no corpo Ressuscitado do Senhor, o incrédulo Tomé nasceu para a fé e permaneceu nela até o martírio.

Toquemos no lado do Senhor, não com a lança do secularismo e do poder humano, mas com a Fé, para nos saciarmos com a água do Espírito e com o Pão Vivo descido do céu. Aí proclamaremos, de joelhos, “meu Senhor e meu Deus!”

(meditado João 20,24-29)

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


O essencial na vida cristã - 23/10/2017

A maturidade cristã - 20/10/2017

O farisaísmo é “um caminho segundo a carne” - 18/10/2017