Reflexões / Matutações

Cistianismo

24/06/2016

O cristianismo não é uma religião do medo, mas da confiança e do amor, porque revela ao homem a verdadeira natureza de um Deus que se faz chamar de Pai. A verdade da “paternidade de Deus” é sentida com dificuldade pelo homem de hoje, e essa dificuldade é aprofundada pela ausência da figura paterna disseminada pelas filosofias igualitárias.

O Evangelho de Cristo revela quem é e como age o verdadeiro pai, mostrando, na sua profundidade e extensão, o que significa dizer que “Deus é nosso Pai”. É nosso Pai porque nos criou, portanto para Ele não somos seres anônimos, impessoais, mas sim que temos um nome. E, além disso, a Encarnação do Verbo, sua morte e ressurreição, confirmam nossa pertença ao Pai, pois assim, além da criação, com e em Jesus tornamo-nos filhos de uma forma nova, numa dimensão nova!

(meditando 1ª João 3,1)

Autor: Tácito Coutinho - Tatá - Moderador do Conselho da Comunidade Javé Nissi

Deixe seu comentário

Últimas


Conversão - 15/12/2017

O conteúdo do Natal nos Padres da Igreja - 14/12/2017

Perdemos o senso do Natal! - 13/12/2017